domingo, 28 de fevereiro de 2010

O RESTAURANTE "CAMÕES" - WEYERMANNHAUS - EM BERNA

Jantei ontem, pela primeira vez,  com a minha mulher no restaurante "Camões" em Berna, acompanhados de 2 casais amigos e empresários suíços, um dos quais com casa em Algoz-Silves-Algarve, e devo dizer que foi de facto excelente. Por isso não podia deixar de aqui expressar públicamente o meu orgulho. O "Camões" está na Murtenstrasse 131, 3008 Berna, tel: 031 382 30 20 (21 Fax) - e-mail: ocamoes@hotmail.com
Dos entretanto 10 restaurantes sobre gerência portuguesa em Berna não posso deixar de aqui também referir o que é de facto seu no centro da capital suíça,  Rui Pacheco, e de muito alto apreço: http://www.restaurant-commerce.com/
Restaurant Commerce - BERNA

Ideia - Simplex 2010 a decorrer

A edição de 2010 do Prémio Ideia. Simplex já está a decorrer, devendo os interessados apresentar as suas ideias até ao próximo dia 4 de Abril de 2010. Este concurso destina-se aos funcionários públicos, tanto da administração central, como local e regional e tem como objectivo a apresentação de medidas que possam simplificar e modernizar processos e procedimentos. A participação é por via electrónica, através do preenchimento de um formulário existente no site do Simplex e pode ser individual ou em grupo: http://participacaopublica.simplex.pt/index.php/pt/
Procura-se a melhor ideia
No ano passado, três funcionárias do Centro de Saúde de Penha de França, em Lisboa, tiveram a seguinte ideia: em vez de verem o seu serviço anualmente invadido por pessoas com pensão não superior ao salário mínimo, para entregar comprovativos do seu direito à isenção de taxas moderadoras, porque não promover a consulta directa do rendimento desses beneficiários junto de outros serviços públicos? Menos papel, menos deslocações, menos incomodidade para os utentes.
Esta ideia permitiu-lhes ganhar o prémio Ideia.Simplex de 2009: 2.500 euros, uma lâmpada para inspirar novas ideias e mais tempo para atender melhor os que efectivamente vão ao Centro procurar cuidados de saúde.
Mas há mais. Levar comprovativos de morada? Porquê se ela está no Cartão de Cidadão? Aproxima-se o prazo em que expira a minha carta de condução. E se fosse avisada por sms? E não poderei melhorar a página electrónica do meu serviço? Boa, boa ideia foi a que permitiu registar os bébés na maternidade. A nova edição do prémio, aberta até ao dia 4 de Abril ( http://www.simplex.pt/ ), visa incentivar ideias simples como estas, propostas por funcionários públicos, da junta de freguesia à Administração central, estimulando a sua capacidade de inovação. Este ano, todos vamos poder votar e escolher também uma ideia a premiar “À Medida do Cidadão”. Quando passarmos mais tempo preocupados com questões desta natureza, em vez de conservarmos a burocracia, no pressuposto de que por detrás de um qualquer cidadão está sempre um potencial vigarista que é preciso controlar, teremos seguramente uma Administração pública moderna, com serviços mais simples, mais rápidos e mais próximos de todos nós. * Secretária de Estado da Modernização Administrativa - http://www.gsema.gov.pt/
"SIMPLEX": Secção do PPD/PSD da Suíça
O RECONHECIMENTO DE DIVÓRCIOS

COMUNICADO N°. 27 – 2006
- AO ENCONTRO DA COMUNIDADE PORTUGUESA -
A Comissão Política do PSD na Suíça, hoje reunida, torna público de que decidiu requerer junto dos órgãos nacionais competentes, como em 2003, um esclarecimento face ao seguinte:
1) Portugal aprovou para rectificação a XVIII Convenção da Haia sobre o reconhecimento de divórcios e separações de pessoas através da resolução da Assembleia da República n°. 23/84, publicada no Diário da Republica n°. 275/84, I. Série, de 27-11-1984, e a Suíça conforme Aviso publicado no D.R. 196/85, I. Série, de 27-8-1985;
2) Portugal e a Suíça rectificaram o Regulamento n°. 1347/2000 do Conselho da Europa, de 29 de Maio de 2000, relativo à competência, ao reconhecimento e à execução de decisões em matéria matrimonial e de regulação do poder paternal em relação a filhos comuns do casal, conforme divulgado no Jornal Oficial nº L 160 de 30/06/2000 p. 0019 – 0036, que entrou em vigor no dia 1 de Março de 2001.
3) Pelo que precede, é natural que nos questionemos sobre as razões pelas quais, os nossos compatriotas residentes na Suíça, continuam a ter que passar pelo fastidioso e dispendioso processo de revisão de sentenças proferidas por Tribunal Estrangeiro, para verem o seu estado civil regularizado em Portugal.
De acordo com as promessas eleitorais do actual Governo , ao “Encontro das Comunidades Portuguesas”, solicitamos um esclarecimento nesta matéria e gostaríamos de ser habilitados com uma resposta, sobretudo porque, consideramos que existe tratamento desigual para com os cidadãos portugueses residentes nos países da União Europeia, face aos residentes na Suíça, relativamente a esta questão Convencionada entre países que integram o Conselho da Europa, dos quais a Suíça também faz parte. O Presidente da Secção, António Dias da Costa - Berna, aos 15 de Julho 2006
O que diz hoje, em 2010, a Ordem dos Advogados em Portugal sobre esta matéria e principalmente o GOVERNO e a Assembleia da República???

Petição Fartos desta Vergonha - Demitam o Primeiro-ministro José Sócrates

Para: Presidente da República; Assembleia da República Após tantos escândalos que envolvem o Primeiro-ministro de Portugal, Sr. José Sócrates, o mesmo deveria ter-se demitido (se tivesse alguma dignidade) ou ser demitido pelo Presidente da República (assim este tivesse coragem).
Não acontecendo nenhuma das anteriores e estando fartos desta apatia na sociedade civil, que não toma qualquer atitude face a um Primeiro-ministro que mente perante a Assembleia da República e todos os portugueses e, se fala em surdina que José Sócrates já deveria ter abandonado o Governo mas não se diz em voz alta com medo das repercussões, os signatários desta petição solicitam às instituições que o podem fazer que tomem a única posição possível, para não hipotecarmos o futuro deste País.
O futuro de Portugal está em jogo; é hora de tomarmos uma posição de coragem. In: http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2010N1397
PSD é por isto que...
«Precisa de mostrar que é líder e o líder tem que saber e dizer de maneira clara o que pensa, o que sente e o que quer. E tem que entusiasmar as pessoas, o PSD precisa de ser entusiasmado, precisa de ser arrebatado, para além do trabalho de base que se tem de fazer».
É mesmo isto que o Partido precisa. Na política é preciso entusiasmo e emoção. Encarar a política como puro negócio e por exercício de gestão é a meu ver uma forma errada de liderar. Ser Presidente de um Partido obviamente que carece de ideias, de um projecto sólido, de pessoas qualificadas ao seu lado. Mas precisa de muito mais. Precisa de chama. Precisa de galvanizar. É tempo de colocar as peças nos lugares correctos. Nem todos podem ser líderes. É legítimo muitos aspirarem a tal, mas este é um cargo tão específico, tão preponderante que precisamos de rasgo.
É uma chamada de atanção clara. Podem vir as ideias do populismo, da demagogia, do show-off. Não. Show-off é gastar milhões em apresentações, beberetes e festas temáticas. O que precisamos é de quem nos fale ao coração. De quem consiga tirar o militante, o português do sofá. Para ir para a rua, para abanar a bandeirinha, para dizer ao vizinho em quem deve votar. Precisamos de um líder sim. De um líder que nos faça ACREDITAR! - Uma psicose de Diogo Agostinho in: http://psicolaranja.blogs.sapo.pt/

sábado, 27 de fevereiro de 2010

PSD: Santana só apoia candidato capaz de arrebatar partido - EMBAIXADAS E CONSULADOS EM GREVE DIA 4

Pedro Santana Lopes afirmou ontem em Setúbal que só irá apoiar um candidato à liderança do PSD que seja capaz de entusiasmar as pessoas, de arrebatar o partido e de mostrar que é líder.
«Precisa de mostrar que é líder e o líder tem que saber e dizer de maneira clara o que pensa, o que sente e o que quer. E tem que entusiasmar as pessoas, o PSD precisa de ser entusiasmado, precisa de ser arrebatado, para além do trabalho de base que se tem de fazer», disse Santana Lopes.
O antigo primeiro-ministro, que falava à entrada para uma reunião com militantes de Setúbal, garantiu que não é apoiante de nenhum dos três principais candidatos à liderança do PSD.
Questionado sobre a possibilidade de ele próprio se recandidatar à liderança do PSD, Santana Lopes garantiu que é um cenário que não se coloca.
Pedro Santana Lopes acrescentou que está concentrado no trabalho que está a desenvolver com militantes de todo o país para apresentar no congresso extraordinário a realizar antes das eleições diretas. «Estou a trabalhar numa proposta de contributo programático e estratégico - mais estratégico do que programático - e numa proposta de alteração de estatutos», disse.
«Estou a trabalhar com gente de todo o país, com calma, com a profundidade desejável, e depois do congresso, então, vamos extrair algumas conclusões antes de arrancar o processo eleitoral das diretas», acrescentou Pedro Santana Lopes. Diário Digital / Lusa
Madeira: Durão Barroso visita arquipélago a 12 Março
O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, anunciou ontem que vai visitar a Madeira a 12 de março, para «manifestar solidariedade» aos madeirenses e reunir-se com as autoridades locais.  
Durão Barroso fez o anúncio em Bruges, onde o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, se reuniu hoje de manhã com o comissário europeu para a Política Regional, Johannes Hahn, para falar sobre o fundo de solidariedade para apoio à Madeira.  
No encontro participaram também o secretário do Plano e das Finanças do Governo Regional da Madeira, José Manuel Garcês, e o presidente do Instituto de Desenvolvimento Regional da Madeira, Sílvio Costa. Diário Digital / Lusa  
Resolução da Assembleia da República n.º 16/2010
Deslocação do Presidente da República à Catalunha e a Andorra 
A Assembleia da República resolve, nos termos da alínea b) do artigo 163.º e do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, dar assentimento à deslocação de S. Ex.ª o Presidente da República à Catalunha e a Andorra, nos dias 4 a 7 do próximo mês de Março. Aprovada em 11 de Fevereiro de 2010. O Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama. Diário da República, 1.ª série — N.º 40 — 26 de Fevereiro de 2010 - http://www.presidencia.pt/
Governo pediu ontem aos funcionários públicos para não se precipitarem
Trabalhadores estão a antecipar a reforma com perdas de 60 por cento (???, culpa do PS???)
A corrida às reformas antecipadas poderá levar os funcionários públicos a perder mais de metade da sua pensão.
O alerta foi dado ontem pelo secretário de Estado da Administração Pública no final de uma reunião com os sindicatos, em que apelou aos trabalhadores para que não se precipitem na antecipação da reforma.
"O Governo está preocupado na medida em que vê trabalhadores avançar com pedidos de aposentações com penalizações de 50 e 60 por cento [no valor das pensões]", exemplificou Gonçalo Castilho dos Santos.
Na origem desta corrida estão as alterações feitas ao estatuto da aposentação dos funcionários públicos no Orçamento do Estado para 2010. Perante as dificuldades orçamentais, o Ministério das Finanças decidiu antecipar para 2010 a convergência entre o sistema de pensões da função pública e o regime geral da Segurança Social, o que só deveria acontecer em Janeiro de 2015.
Logo que o Orçamento entre em vigor, em Abril, a penalização aplicada às pensões antecipadas passará a ser de 6% por cada ano que falte para completar a idade legal da reforma (0,5% por mês), quando até agora o corte na pensão era de apenas 4,5% por cada ano de antecipação da aposentação.
Mas as mudanças não ficam por aqui. O Governo decidiu também alterar a remuneração que serve de base para o cálculo da parcela da pensão referente ao trabalho prestado até 2005. Até aqui, contava a última remuneração do funcionário, mas no futuro passará a ser usado o salário de 2005, revalorizado à taxa de inflação. Esta alteração poderá levar a que alguns trabalhadores, nomeadamente os que tiveram promoções, tenham uma pensão mais baixa, enquanto noutros casos possa acontecer precisamente o contrário.
Perante o elevado número de pedidos que têm chegado à Caixa Geral de Aposentações (CGA) desde o anúncio destas alterações e face às consequências que isso pode ter nos serviços públicos, o Governo quer pôr um travão nesta corrida.
"Cada caso é um caso"
Esta interpretação é, contudo, recusada pelo secretário de Estado. "O alerta não decorre de uma preocupação com a ruptura dos serviços. Tem a ver com a nossa preocupação em relação aos trabalhadores que têm longas carreiras contributivas e que, com base em informação truncada, querem sair do Estado de forma precipitada", justificou.
Nobre dos Santos, coordenador da Frente Sindical para a Administração Pública, reforçou que as pessoas devem "pensar e ponderar a sua situação", sob pena de terem fortes perdas nos seus rendimentos. Já Bettencourt Picanço, presidente do Sindicato dos Quadros Técnicos, recusa que tenham truncado a informação: "O responsável por tudo isto é o Governo, não são os sindicatos."
O secretário de Estado realçou por diversas vezes que "cada caso é um caso" e que os funcionários públicos devem fazer bem as contas antes de decidirem aposentar-se, lembrando que há quem possa beneficiar das novas regras.
É o caso, exemplificou, dos funcionários públicos que estejam a 18 meses de atingir a idade legal da reforma e que queiram aposentar-se antecipadamente.
Para Gonçalo Castilho dos Santos, a maioria destas pessoas não será prejudicada pelo aumento da penalização. Isto acontece porque, no regime actual, a CGA aplica uma taxa de redução da pensão de 4,5 por cento por cada ano de antecipação, mesmo que o número de meses não perfaça um ano completo. Assim, um funcionário que se reforme um mês antes da idade legal terá uma penalização de 4,5 por cento, quando no regime agora proposto a penalização será de 0,5 por cento.
Mas mais uma vez estes argumentos caíram em "saco roto" e, à saída da reunião com o Governo, os sindicatos foram unânimes: os trabalhadores da função pública continuam a ter "razões de sobra" para fazerem greve na próxima quinta-feira, 4 de Março, já que se mantém o congelamento dos salários e a convergência das pensões. In: http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1424344
Sindicato dos Trabalhadores Consulares e das Missões Diplomáticas de Portugal no Estrangeiro (STCDE)
A 4 de Março, estamos em greve!
Informe-se aqui: www.stcde.pt  
António Barreto: "O governo deve vender o país só com a verdade"
Como se consegue criar um site estatístico tão simples, de acesso fácil e intuitivo, quando os dados divulgados são os disponibilizados nos sites das entidades públicas?
A colaboração do INE, com quem assinámos um protocolo de cooperação, tem sido formidável. As instituições públicas foram moldadas para a produção de estatísticas, pouco para a sua divulgação. E, por vezes, as autoridades governamentais não estão interessadas em que a informação essencial seja muito divulgada. Há hoje estatísticas muito melhores. Tenhamos consciência de que uma estatística, em si, pode não ter especial interesse. Mas vale muito. É informação, é conhecimento, são fontes de liberdade.
De todos os indicadores divulgados no Pordata houve algum indicador que o tenha surpreendido?
São tantos! A melhoria de nível de vida e dos rendimentos é muito grande, desde 1960. Mas há real perda desde 2001. O salário mínimo nacional é hoje, em termos reais de poder de compra, praticamente igual ao de 1974! Os filhos fora do casamento são já mais de um terço do total de nascimentos. Os casamentos não católicos são mais de 50%. Hoje emigra-se outra vez quase tanto como, em média, nos anos 60. Em 20 ou 30 anos, os funcionários públicos tiveram aumentos de vencimentos muito superiores aos trabalhadores da iniciativa privada. Os pequenos e grandes patrões e os independentes trabalham mais horas por semana do que os trabalhadores por conta de outrem.
Tendo em conta todos os dados sobre Portugal, qual o melhor ângulo para vender o país nos mercados internacionais?
Só com a verdade! Sem qualquer dúvida. A verdade boa e a má!
Qual a importância de ter um retrato instantâneo do país para a resolução dos seus principais problemas? - Saber o que se faz. A quem. Como. E sobretudo não repetir erros e asneiras. In: http://www.ionline.pt/conteudo/48248-antonio-barreto-o-governo-deve-vender-o-pais-so-com-verdade
É pena só agora falar assim claro, para que todos entendam, JPR:
Ferreira Leite recusa retractar-se da comparação entre Portugal e Grécia
A líder do PSD recusou retractar-se das declarações que fez ontem em que comparou a situação económica portuguesa com a da Grécia. "Seria estranho num país em que toda a gente - responsáveis - mente, e que não se retracta, passasse a ser quem alerta para as verdades que tivesse que se retractar", disse Manuela Ferreira Leite, numa alusão clara ao caso do negócio TVI/PT e às dúvidas sobre o conhecimento que o primeiro-ministro tinha da operação.
PARAÍSO É...
Nunca vi uma descrição mais precisa para tal...
O Paraíso é aquele lugar onde o humor é britânico, OS cozinheiros são franceses, OS mecânicos são alemães, OS amantes são portugueses e tudo é organizado pelos suíços. O Inferno é aquele lugar onde o humor é alemão, OS cozinheiros são britânicos, OS mecânicos são franceses, OS amantes são suíços e tudo é organizado pelos portugueses.
VISITE O Grupo Parlamentar do PSD em:
OE2010: PSD propõe 10,1 M€ para Madeira reparar danos
O PSD entregou ontem uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado que atribui 10,1 milhões de euros aos municípios da Madeira destinados a reparar danos causados pelo mau tempo ocorrido no sábado nesta região.
A proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2010 autoriza, no artigo 36.º, a utilização de uma despesa de nove milhões de euros, através do Fundo de Emergência Municipal, para fazer face aos danos causados por «condições climatéricas excecionais verificadas nos distritos de Leiria, Lisboa e Santarém» - regiões onde o mau tempo causou estragos em dezembro do ano passado.
O mesmo artigo 34.º exceciona dos limites de endividamento «os empréstimos destinados ao financiamento das obras necessárias à reposição das infraestruturas e equipamentos municipais afetados». Diário Digital / Lusa

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

“Inadmissível" - ONU condena apelo de Kadhafi à guerra santa contra a Suíça

A última exortação do líder do regime líbio à guerra santa contra a Suíça, país que mantém um braço-de-ferro diplomático com Tripoli, constitui um gesto “inadmissível no quadro das Relações Internacionais”, reagiu esta sexta-feira o director-geral da ONU em Genebra. Muammar Kadhafi declarou que “qualquer muçulmano que colabore com a Suíça é um apóstata”.
Quase dois anos de tensão diplomática entre suíços e líbios culminaram na quinta-feira com um apelo de Muammar Kadhafi à Jihad contra a Confederação Helvética. Durante uma cerimónia em Benghazi, para assinalar o aniversário do Profeta Maomé, o líder líbio declarou que "qualquer muçulmano, em qualquer parte do Mundo, que colabore com a Suíça é um apóstata, é contra Maomé, Deus e Alcorão".
"As massas de muçulmanos devem ir a todos os aeroportos do mundo islâmico e impedir todos os aviões suíços de aterrarem, a todos os portos e impedir todos os navios suíços de fundearem, inspeccionar todas as lojas e mercados para impedir a venda de quaisquer produtos suíços", instou Kadhafi.
O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Suíça escusou-se a comentar as declarações do líder do regime islamista de Tripoli. A primeira reacção surgiu pela voz do director-geral das Nações Unidas em Genebra. Para Serguei Ordzhonikidze, "semelhantes declarações por parte de um Chefe de Estado são inadmissíveis no quadro das Relações Internacionais": "E já não falo de actos. Espero que possamos impedir quaisquer tentativas".
"Os nossos serviços de segurança têm todo o poder, o conhecimento e a formação para impedir qualquer tentativa de violar a segurança do complexo da ONU. Podem ficar tranquilos", acrescentou o responsável.
Referendo suíço na base do ataque de Kadhafi
Na sua intervenção em Benghazi, Kadhafi traçou uma linha de separação entre o apelo líbio ao combate "contra a Suíça, o sionismo e a agressão externa" e a estratégia da Al Qaeda, que descreveu como "um tipo de crime e doença psicológica". Exortar os muçulmanos à Jihad "não é um crime", advogou.
"Há uma grande diferença entre terrorismo e Jihad, que é o direito à luta armada", reforçou o líder líbio, para quem a Suíça é "uma nação infiel e obscena que está a destruir mesquitas". Muammar Kadhafi aludia ao referendo sobre a construção de minaretes realizado a 29 de Novembro do ano passado na Confederação Helvética.
Perto de 60 por cento dos suíços votaram a favor da interdição de minaretes no país, indo ao encontro das pretensões do Partido do Povo. Sem sucesso, o Governo federal apelou à rejeição do projecto da direita, alertando para o desrespeito pelo princípio da liberdade religiosa.
Relações deterioradas
O diferendo entre Berna e Tripoli remonta a Julho de 2008, quando os empresários suíços Rachid Hamdani e Max Göldi foram detidos na Líbia. A captura dos homens de negócios constituiu uma resposta à interpelação violenta, em Genebra, de um dos filhos do líder do regime - duas empregadas domésticas acusaram Hannibal Kadhafi de maus-tratos.
A Confederação Helvética utilizaria em seguida um mecanismo com implicações diplomáticas na União Europeia (à excepção da Grã-Bretanha, da Irlanda, da Bulgária e da Roménia) para inscrever os nomes de 150 personalidades líbias, entre as quais o próprio Kadhafi, na lista negra de pessoas impedidas de obter vistos para o espaço Schengen. Na resposta, o Governo de Tripoli decidiu vedar a entrega de vistos a todas as pessoas oriundas de países abrangidos pela convenção para a livre circulação na Europa.
Uma iniciativa diplomática promovida a 18 de Fevereiro em Madrid resultou no rascunho de um acordo entre os dois países. O entendimento, revelou a France Presse, passaria pela libertação Hamdani e Göldi, em troca de um pedido formal de desculpas a Hannibal Kadhafi por parte da Confederação Helvética e da retirada de todos os nomes de figuras líbias da lista negra do espaço Schengen. Rachid Hamdani foi libertado na segunda-feira e já se encontra em solo suíço. Max Göldi entregou-se às autoridades da Líbia com o intuito de obter a anulação de uma pena de quatro meses de prisão.
Itália critica posição da Suíça
A postura do Governo federal suíço mereceu fortes críticas do ministro italiano do Interior, que foi entretanto secundado por Malta. Roberto Maroni afirmou que "não é justo utilizar um instrumento de cooperação internacional para influenciar relações bilaterais". "Se assim for, isso será o fim de Schengen", acentuou o governante italiano.
"A lista negra de Schengen deve ser utilizada contra pessoas que representem um perigo para a segurança, não como um instrumento para fazer pressão sobre um país terceiro", concluiu Maroni.
Berna já veio defender-se. Após uma reunião com os ministros do Interior da União Europeia, a ministra suíça da Justiça, Eveline Widmer-Schlumpf, lembrou que a Confederação Helvética "é um membro do espaço Schengen", pelo que "tem o direito de aplicar essas disposições".
Sem ultrapassar as fronteiras da diplomacia, o ministro espanhol do Interior, Alfredo Perez Rubalcaba, escusou-se ontem a responder às questões dos jornalistas sobre o diferendo. Na quarta-feira, Cécilia Malmström, a nova comissária europeia para as questões da imigração, limitava-se a assinalar que "a Suíça tinha o direito de fazer aquilo que fez". In: http://tv1.rtp.pt/noticias/index.php?t=ONU-condena-apelo-de-Kadhafi-a-guerra-santa-contra-a-Suica.rtp&article=322716&visual=3&layout=10&tm=7
DISPENSAs & PRIVILÉGIOs - Está comprovado
Metade da vida de um diplomata é estragada pela diplomacia; a outra metade pela falta dela.- Manuel CCCXXII Paleólogo - In: http://www.notasverbais.blogspot.com/
Proposta de Resolução que aprova o Acordo entre a República Portuguesa e o Imamat Ismaili, assinado em Lisboa, a 8 de Maio de 2009
Esta Proposta de Resolução, a enviar à Assembleia da República, visa reconhecer a personalidade jurídica do Imamat Ismaili, como expressão máxima da comunidade dos Muçulmanos Shia Imami Ismaili.
Pretende-se, assim, garantir que esta comunidade tem acesso formal aos mesmos direitos e obrigações que as outras comunidades religiosas em Portugal. In: http://www.governo.gov.pt/pt/GC18/Governo/ConselhoMinistros/ComunicadosCM/Pages/20100225.aspx

Madeira: Prejuízos ascendem a mais de 1.000 M€, diz o nosso amigo e companheiro Dr. Alberto João Jardim

O temporal de sábado na Madeira causou prejuízos que ascendem a mais de mil milhões de euros, revelou ontem, quinta-feira, o presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, fixando o número de mortos em 41.
Em declarações ao programa «Grande Entrevista», da RTP1, Alberto João Jardim referiu que os danos rondam «para cima dos mil milhões de euros», ressalvando que ainda aguarda o apuramento de dados por parte de alguns municípios.
O Governo Regional comprometeu-se de hoje, em conferência de imprensa, divulgar publicamente, o montante global dos prejuízos. AQUI PODE VER E OUVIR A GRANDE ENTREVISTA DA RTP1: http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=1436&idpod=36038&formato=wmv&pag=recentes&escolha=
Jardim submetido a exames médicos
Resultados não evidenciaram qualquer problema de saúde
Por decisão do médico pessoal o presidente Alberto João Jardim foi realizou esta sexta-feira exames médicos com o objectivo de "despistar quaisquer dúvidas" relativamente ao estado de saúde do presidente do Governo Regional.
A informação foi avançada pela secretária do Turismo e Transportes no 'briefing' das 18h30 na Quinta Vigia.
Conceição Estudante não quis adiantar mais pormenores acrescentando apenas que os resultados não indiciam "motivo de preocupação".
No último balanço desta sexta-feira Conceição Estudante anunciou que o número de mortos provocados pelas enxurradas de sábado subiu para 42 e o número de desaparecidos diminuiu de 17 para oito.
Relativamente ao agravamento das condições meteorológicas, a secretária do Turismo reafirmou que não há motivos para alarme. No entanto pediu precaução na circulação automóvel, uma vez que haverá muita lama nas ruas e apela às pessoas que permaneçam em casa durante o período de maior intensidade de chuva.
Conceição Estudante sublinhou que quaisquer outras informações sobre este assunto não compreendem a posição oficial do Governo Regional.
Outra das informações divulgadas diz respeito à actuação policial. Conceição Estudante anunciou que a polícia tem instrucções para não deixar ninguem circular nas zonas onde ainda decorrem trabalhos de limpeza e junto de locais sinistrados.
Na segunda-feira todos os serviços de administração pública retomam a sua actividade normal, a situação das escolas será actualizada domingo. In: http://www.dnoticias.pt/default.aspx?file_id=dn01013004260210&id_user=

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

FALECEU O NOSSO AMIGO E COMPANHEIRO MANUEL AUGUSTO

Foi com mágoa que a Secção do PPD/PSD da Suíça tomou conhecimento através dum jornal dos residentes no exterior do falecimento do companheiro Manuel Augusto e manifesta por esta via, no blog do seu presidente e Conselheiro Nacional pela Europa, os seus mais sinceros votos de condolências a todos os seus familiares e amigos. 
Homenagem do PSD Bruxelas
Nestes momentos de tristeza, é justo prestar homenagem ao Sr.Manuel Augusto, militante do PSD das primeiras horas e consciência viva da emigração portuguesa junto da secção PSD Bruxelas.
Apraz-me destacar a frontalidade com que pugnava pelos interesses dos Portugueses a residir no estrangeiro. Foi sempre exemplar a coragem com que denunciou e resolveu os problemas da emigração portuguesa. Lúcido e pragmático, interpelava tudo e todos, com a mesma convicção e audácia, sejam eles cidadãos, Deputados ou Ministros.
Com um sentido apurado das responsabilidades, falava em nome de uma causa, a “sua” causa.
Pessoas como o Sr. Manuel Augusto prestigiam o país e as Comunidades portuguesas. Na sua vida, granjeou o respeito e admiração de todos. Guardarei para sempre a memória de um Humanista determinado, de ideias e convicções. ■ Alfredo Sousa de Jesus / PSD Bruxelas

Cavaco deixa mensagem de esperança no futuro a desalojados na Madeira

O Presidente da República, Cavaco Silva, deixou ontem uma mensagem de esperança no futuro na visita no Regimento de Guarnição n.º3 do Exército, onde estão 175 pessoas desalojadas na sequência da intempérie que assolou sábado a Madeira. - "Neste momento quero acentuar o futuro, a esperança no futuro", disse Cavaco Silva depois de conversar com diversas pessoas que ficaram com as suas casas sem condições de habitabilidade na sequência do mau tempo na ilha.
"Não daqui a muito tempo o Funchal será uma cidade renascida"
"Esta é uma grande lição que os madeirenses dão ao país", disse Cavaco em relação aos esforços da população.
O Presidente da República elogiou os esforços do governo regional e de todos os madeirenses que "dirigiram a mão para o apoio daqueles que sofreram" e garantiu que "a estrutura económica", maioritariamente constituída pelos hotéis, está assegurada.
Cavaco mostrou-se confiante de que "não daqui a muito tempo o Funchal será uma cidade renascida" e de que a Madeira vai voltar a ser um destino atraente para portugueses e estrangeiros.
O último balanço oficial do Governo Regional dava conta de 39 mortes confirmadas, 18 desaparecidos e 18 pessoas internadas em unidades hospitalares.
«Estou impressionado», disse Cavaco Silva ao presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, e também Maria Cavaco Silva elogiou a solidariedade nacional quando falava a centenas de participantes na sessão de abertura das Jornadas Nacionais da Cáritas portuguesa, que decorrem em Setúbal, sob o lema “Combate à Pobreza e à Exclusão Social Pelos caminhos da Inovação Social”.
Centro Social das Comunidades Madeirenses ajuda na localização de familiares
O Centro Social das Comunidades Madeirenses tem já a funcionar duas linhas telefónicas de apoio a vítimas do temporal: +351 291 212 200 e 291 212 216 e vai manter este apoio suplementar sempre que alguém precise saber dos seus familiares. 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

“Vamos todos ajudar, força Madeira!”

«Todos juntos vamos conseguir»
PARA APOIO:
- Protecção Civil - Pessoalmente: Quinta Magnólia, no Funchal - Linha de Apoio: 965273387
- Cáritas do Funchal - Morada: Calçada do Pico,59 9000-206 – Funchal -Telefone: 291743331 - E-mail: caritasfunchal@netmadeira.com  - Site: http://www.caritas.pt/funchal/seccao2.asp?caritaid=14&seccaoid=221
PARA DONATIVOS:
- NIB: 003800011626371377113 – Conta Banif nº 1626371377
- NIB: 0038 0040 50070070771 11 – Conta Banif Solidariedade Com as Vítimas da Madeira
- NIB: 0019.0001.00200181689.15 – Conta Solidariedade BBVA – Colabore com a Madeira
- NIB: 000700000083428293623 – Conta BES Madeira Solidário
- MediaCapital: 760 100 999 e cada chamada dá 50 cêntimos.
- A União das Misericórdias Portuguesas deverá lançar hoje um fundo de apoio às vítimas. Informações prestadas através do telefone 218 110 540, em www.ump.pt/ump  ou pelo email: secretaria.geral@ump.pt
TV'S AJUDAM A MADEIRA
SIC Esperança - UMA FLÔR PARA A MADEIRA: Para contribuir ligue 760 206 060 custo chamada 0.6€+ Iva. 0.5€ da chamada revertem a favor desta causa.
Pode ainda fazer o seu donativo na conta da SIC Esperança / Millennium BCP. No caso de pretender um recibo referente ao seu donativo, deverá enviar um e-mail para sicesperanca@sic.pt , com todos os dados necessários para a emissão do mesmo. Conta SIC Esperança / Millennium BCP:
NIB: 0033 0000 00252520004 05.  Conta: 252520004 
Pagamento via Multibanco: Entidade - 99999     Referencia - 999 999 999
FAÇA PARTE DESTA CAUSA!
CAMPANHA TVI
A TVI, a Rádio Comercial, a M80, o Rádio Clube Português, a Cidade FM, o Cotonete e o IOL, associaram-se para angariar donativos para ajudar a Região Autónoma da Madeira.
Os donativos angariados através da linha solidária serão entregues à Cáritas Portuguesa, que já disponibilizou 25.000 euros à Cáritas funchalense (a entidade mais directamente envolvida no terreno, que está neste momento a apoiar o realojamento dos desalojados e, em articulação com a Protecção Civil, a disponibilizar alimentos e agasalhos).
Se quiser contribuir pode fazê-lo ligando para o 760 100 999 (Custo da chamada: 0,60 €+IVA dos quais 0,50 € revertem para a Cáritas) - SERVIÇO: TVI/SONAECOM/CÁRITAS, ou através da Conta Cáritas Ajuda a Madeira (NIB: 003600009910587824394 / entidade 33333 / referência 333 333 333).
CAMPANHA RTP
JUNTOS PELA MADEIRA!
Dê o seu Donativo. Ligue 760 10 11 12 (E0,60+IVA).
A sua chamada vai fazer a diferença!

Carlos Gonçalves questiona MNE

José Cesário questiona MNE

Emigração Portuguesa Olhares sobre a ausência - uma perspectiva diacrónica
In: http://tertuliadadiaspora.blogspot.com/2010/02/emigracao-portuguesa-olhares-sobre.html
Tem que se dizer
Não cabe aqui mas tem que se dizer: essas "audições" parlamentares, ouvidas na íntegra e não apenas os trechos escolhidos para a selecta política, são a prova da fraca qualidade do parlamento, e também da fraca qualidade de quem chamam para ser ouvido mas sem grande coisa para dizer pois o que dizem foi sempre o normal do mundo e até já foi pior pois alguns queixosos já fizeram a outros que estão calados o dobro do que se queixam. Sem desculpa ficam esses deputados engasgados no raciocínio, sem verbo mental, com perguntas próprias ora de regentes escolares ora de autoridade de esquadra, e portanto longe do perfil de representantes. Com deputados destes e deputadas destas, com certeza que teremos um parlamento bem vestido mas indiferente a que a democracia esteja nua com este frio que faz. Segunda-feira, Fevereiro 22, 2010 - http://notasverbais.blogspot.com/

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Cavaco vai deslocar-se à Madeira

Cavaco expressou condolências às famílias e diz que o exército vai ajudar a reconstruir pontes
O presidente da República, Cavaco Silva, expressou as suas «mais sentidas condolências» para com as vítimas do temporal que assolou a Madeira, sublinhando a solidariedade do Continente e manifestando a intenção de se deslocar brevemente àquela região.
«Às famílias que foram atingidas pela morte eu quero expressar as mais sentidas condolências, a todos aqueles que perderam os seus bens e os seus haveres eu quero deixar uma palavra de esperança», afirmou Aníbal Cavaco Silva.
Numa comunicação no Palácio de Belém, o chefe de Estado adiantou ter recebido um telefonema do rei Juan Carlos de Espanha, que disse que o país vizinho «estava disponível para ajudar em tudo o que fosse necessário».
«O rei de Espanha lembrou-me que tinha estado na ilha não há muito tempo numa visita e disse ter ficado absolutamente chocado com as imagens», revelou Cavaco, referindo-se à visita que fez com os reis de Espanha em Setembro de 2009.
Cavaco vai deslocar-se à Madeira
Questionado sobre uma eventual deslocação à zona afectada pelo temporal, Cavaco Silva respondeu que irá fazê-lo «no momento apropriado».
«Quando falei com o presidente do governo regional perguntei-lhe quando seria adequada a minha deslocação ao arquipélago e ficou combinado que seria depois de enfrentarem localmente toda esta situação e eu penso fazê-lo no momento apropriado e em articulação com as autoridades regionais», referiu.
O chefe de Estado disse estar «desde manhã a acompanhar com toda a atenção a situação na ilha» e que manteve «contactos telefónicos com o presidente do Governo Regional e com o representante da República na região».
«As imagens que nos chegam e o número de mortos, 32 de acordo com a informação que me foi dada, não deixam dúvidas quanto à dimensão da catástrofe que se abateu sobre a região da Madeira», afirmou, sublinhando que, neste momento, a Madeira «precisa da solidariedade de todos nós».
«É preciso ajudar todos os atingidos pelos temporais a construir o mundo que foi destruído», disse, em jeito de apelo.
Exército vai construir pontes
Cavaco adiantou que, na sequência da conversa que teve com Alberto João Jardim, contactou os chefes militares no sentido de enviar uma equipa de engenharia militar, «que pudesse rapidamente fornecer apoio na construção de pontes» para apoiar as populações e reduzir o isolamento em diversos locais da ilha.
«Estou convencido que não faltará a solidariedade aos madeirenses neste momento difícil», afirmou, manifestando o seu «apreço às autoridades locais e aos serviços de protecção civil locais».
Questionado sobre se irá decretar luto nacional pela tragédia que se vive na Madeira, Cavaco esclareceu que essa iniciativa pertence ao Governo, mas que ainda não conversou com o executivo sobre o tema.
«É uma matéria que pode vir a ser ponderada, mas não sei que se neste momento essa é a questão fundamental», considerou. http://www.presidencia.pt/

UNIÃO RECREATIVA DE A-DA-BEJA

Uma colectividade a visitar e apoiar - O sócio n°. 493

NOVO POVO LIVRE E CONVOCATÓRIAS CONGRESSOS

Vantagens
É bom já terem surgido candidaturas antes do Congresso Extraordinário. Assim, como diz, hoje, Aguiar Branco, na entrevista ao Público, poderá ficar mais claro aquele que poderá ser, no futuro, o modelo estatutário que ligue Congresso e Directas.
Há duas hipóteses nas quais estão a trabalhar um conjunto de pessoas e que deverão ser apreciadas, juntamente com outras que, eventualmente, existam. Uma poderá ser escolhida se merecer um consenso alargado e, claro, para passar a vigorar para a próxima vez. Pode o Congresso ser no fim-de-semana das Directas ou, em alternativa, ser, como agora, anterior. Por Pedro Santana Lopes - http://pedrosantanalopes.blogspot.com/
E quem disse que os contabilistas não são criativos?

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

CASA LUSITANIA BERNA - PROVA DE VINHOS A VISITAR COM AMIGOS

 
Grande Société Weindegustation: 26. Februar 2010 - 15h00 - 21h30 - ( Theaterplatz 7 Bern)
Vinspiration Thun: 17. bis 19.3.2010 - (im Hotel Beau Rivage Thun)
Arvinis: 14. bis 19.4.2010 - (In Morges bei Lausanne)
BEA Expo: 30.4. - 9.5.2010 - (BEA Gelände Bern)
Video em suíço: http://tv.cityguide.com/services/player/bcpid1569844385?bctid=1799157826
 OUTRAS PROVAS DE VINHOS
Gomes Weine AG - http://www.gomes-weine.ch
25. 02. 2010 BERN
Donnerstag, 25.2.2010, 15 – 19 Uhr, Restaurant Markthalle, Bubenbergplatz 9
Degustation und Wine & Dine mit Domingos Soares Franco von José Maria da Fonseca David Ba (...)
26. 02. 2010 MORGES
Vendredi 26.02.10, Wine & Dine avec David Baverstock de la maison “Herdade do Esporão”.
Tennis Club de Morges, Chemin du petit Bois, 1110 Morges. (...)
VER DETALHES EM: http://www.gomes-weine.ch/de/firma/news/events.php
As empresas de portugueses na Suíça promovem com êxito os nossos produtos - Parabéns!

Tertúlia com Conceição Monteiro

Mais uma iniciativa, nestes tempos de debate interno, importa ouvir e aprender quem viveu outros tempos do PPD!
Será que ainda há socialistas com vergonha na cara?

Aeroporto Sá Carneiro novamente 3º melhor na Europa

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, foi considerado o terceiro melhor da Europa em 2009, o que já tinha acontecido em 2006 e 2008, foi hoje divulgado pela ANA, Aeroportos de Portugal.
A distinção foi atribuída pelo ACI - Airports Council Internacional, que em 2007 considerou ainda o aeroporto do Porto como o melhor europeu até cinco milhões de passageiros.
De acordo com uma nota de imprensa da ANA, o Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada (Açores), também foi distinguido pelo ACI.  Diário Digital / Lusa - 17 de Fevereiro de 2010

Vídeo: Mário Crespo reitera denúncia de censura

Mário Crespo esteve quarta-feira na Comissão de Ética da Assembleia da República. O jornalista disse que as pressões sobre a comunicação social têm aumentado e distribuiu aos deputados a crónica que escreveu e que o Jornal de Notícias decidiu não publicar. Vídeo RTP:

Face Oculta: Rui Pedro Soares renuncia a cargo na PT

O administrador da Portugal Telecom (PT) Rui Pedro Soares renunciou ao cargo, anunciou hoje a operadora em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
"No âmbito da alínea a do artigo 3º do Regulamento da CMVM n.º 5/2008 e do artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, a Portugal Telecom anuncia que Rui Pedro Soares renunciou ao cargo de membro executivo do Conselho de Administração da PT", lê-se no documento que a operadora enviou ao mercado.
Rui Pedro Soares era um dos dois administradores da PT que, alegadamente, participou num plano para controlar a comunicação social.
O semanário Sol tem vindo a transcrever extractos do despacho do juiz de Aveiro responsável pelo caso Face Oculta, em que este considera haver "indícios muito fortes da existência de um plano", envolvendo o primeiro-ministro José Sócrates, para controlar a estação de televisão TVI e afastar a jornalista Manuela Moura Guedes e o director-geral José Eduardo Moniz.
Do despacho constam transcrições de escutas telefónicas envolvendo Armando Vara, então administrador do BCP, Paulo Penedos, assessor da PT, e Rui Pedro Soares e Fernando Soares Carneiro, outro administrador da PT.
O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações afirmou hoje que a PT reúne "todas as condições" para tomar decisões sobre o caso.
"A PT é uma das maiores empresas do país. Tem os seus órgãos próprios de governo", afirmou António Mendonça, acrescentando que as decisões são tomadas por esses órgãos. Diário Digital / Lusa - 17 de Fevereiro de 2010
Rui Pedro Soares integra a Portugal Telecom em 2001, empresa onde tem vindo a consolidar a sua carreira profissional. Na PT Multimedia começa por desempenhar, junto da Comissão Executiva, entre outras, as funções de assessor nas áreas de Business Intelligence, Imobiliário e Segurança. Como administrador executivo da PT Compras passa a ser responsável pela área de Marketing e Publicidade e coordena o Planeamento Estratégico das Compras do grupo Portugal Telecom para o ano de 2006. Desde Abril desse ano que desempenha a função de administrador executivo da PT SGPS. Soma no currículo o exercício de outras funções como a presidência da Comissão Executiva da PT Imobiliária, do Conselho de Administração da TDT – Telecomunicações Públicas de Timor ou da Timor Telecom, presidente da Associação Portuguesa de Anunciantes – APAN, membro do Conselho de Supervisão da Africatel Holdings BV e membro do Conselho de Administração da Sociedade Tagusparque SA.
O percurso profissional de Rui Pedro Soares inclui ainda a passagem pelo Grupo Banque Nationale de Paris/Paribas, onde integrou a Direcção de Marketing do Banco Cetelem, coordenou estudos de mercado, análises de concorrência e análises da eficácia e rentabilidade das campanhas comerciais.
Rui Pedro Soares licenciou-se em Gestão de Marketing no IPAM – Instituto Português de Administração de Marketing – e realizou o curso de gestão para executivos do Insead “Telecommunications: Strategy and Marketing”. Tem 36 anos. 27 Março 2009
Quem é o homem que quis impedir a publicação do jornal "SOL"?

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Marques Mendes no Clube dos Pensadores a 22 de Fevereiro

Marques Mendes vai falar sobre «O estado da democracia e a competitividade do país» no segundo debate de 2010 de Clube de Pensadores, que se realiza a 22 de Fevereiro, em Gaia, pelas 21h30 no GaiaHotel, segundo o presidente do clube, Joaquim Jorge.
O advogado liderou o PSD de 2005 a 2007. Antes, dirigiu o Grupo Parlamentar social-democrata, foi secretário de estado da presidência do Conselho de Ministros e mais tarde ministro-adjunto do primeiro-ministro Cavaco Silva e ministro dos Assuntos Parlamentares de um governo liderado por Durão Barroso. Participam ainda no debate, entre outros, José Luís Carneiro, presidente da Câmara de Baião e anunciado candidato a líder da distrital do Porto do PS e Hermínio Loureiro, presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis e actual presidente da Liga de Clubes.  http://www.blogcatalog.com/blog/clube-dos-pensadores

XXXII Congresso Nacional - Eleição do Presidente da CPN - XXXIII Congresso Nacional

ALERTA PARA AS ESTRUTURAS DO PSD RESIDENTES NO EXTERIOR FACE AOS CALENDÁRIOS
XXXII Congresso Nacional do PSD
Realiza-se nos dias 13 e 14 de Março de 2010, em Lisboa, o XXXII Congresso Nacional do Partido Social Democrata
Todas as informações relativas ao Congresso estão aqui disponíveis:
Regulamento - Cronograma - Rateio de delegados 
Eleição do Presidente da CPN do PSD
Realiza-se no dia 26 de Março de 2010, a eleição directa do Presidente da Comissão Política Nacional.
Todas as informações relativas à eleição, estão aqui disponíveis:
Regulamento - Cronograma


XXXIII Congresso Nacional do PSD
Realiza-se nos dias 9, 10 e 11 de Abril de 2010, em Lisboa, o XXXIII Congresso Nacional do Partido Social Democrata.
Todas as informações relativas ao Congresso estão aqui disponíveis:
Regulamento - Cronograma - Rateio de delegados
ESPERO QUE ESTE INFO SEJA ÚTIL E INFORMO DE QUE
NÃO SEREI CANDIDATO NO XXXIII CONGRESSO
Quanto ao calendário "naturalmente" que o Regulamento das Estruturas da Emigração do PSD possibilita tudo - Saudações amigas - AFDC - CN pela Europa
O FUTURO SOBRE OS RESIDENTES NO EXTERIOR É HOJE MAIS DO QUE EVIDENTE !

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Dia dos Namorados

Um dia para fazer aquilo que devemos fazer todos os dias vividos numa relação… Hoje é o dia em que os casais trocam declarações de amor, presentes , sentimentos. Um dia comercial demais, mas que tem um significado todo especial. É o dia para se comemorar o amor que temos, que damos, que recebemos, que sentimos…Um dia para deixar a timidez de lado e dizer o que realmente existe em nossos corações… Te amo, te adoro, você é a minha vida, meu céu, meu sol… coisas que deveriam fazer parte da nossa rotina, mas que muitas vezes só expressamos de verdade nesse dia, em cartões, em buquês de flores, em caixas de bombom… Como é bom gostar de alguém, como é bom saber que alguém gosta da gente. É gostoso ter alguém pra ligar nesse dia apenas pra dizer que somos especiais, apenas pra dizer que lembrou da gente ou que ligou só pra ouvir a nossa voz. Amar é muito bom, receber amor talvez seja melhor ainda… E hoje, neste Dia dos Namorados, vim dizer que meus sentimentos crescem a cada dia e que você, realmente, é a minha vida. Um beijo espcecialíssimo pelo dia de hoje!!

tolerância de ponto dia 16 de Fevereiro de 2010

•Despacho n.º 2827/2010. D.R. n.º 30, Série II de 2010-02-12
Presidência do Conselho de Ministros - Gabinete do Primeiro-Ministro
Determina a concessão de tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas na administração central e nos institutos públicos no próximo dia 16 de Fevereiro de 2010

Só Mesmo Sócrates - SMS ? !!!

SMS convoca manifestação de apoio a Sócrates para dia 20
Uma mensagem de texto anónima está a circular entre os militantes socialistas a convocá-los para uma manifestação de apoio a José Sócrates na Alameda Fonte Luminosa, em Lisboa, pelas 15:00 horas, no próximo dia 20. «Vamos repudiar esta campanha suja contra o PS e contra Sócrates», anuncia.
«Vamos de novo encher a Alameda Fonte Luminosa», onde, no Verão de 1975, o PS, então liderado por Mário Soares, fez um grande protesto contra o PCP, num momento considerado histórico para os socialistas. «Está na hora do PS se unir e combater esta baixa campanha, urdida pela direita dos interesses!», continua.
«Um partido que sempre lutou pela democracia e liberdade não pode aceitar calado este ataque sujo! Vamos repudiar esta campanha contra o PS e Sócrates e mostrar bem altas as nossas bandeiras. Divulga», pede ainda a SMS, que já é do conhecimento do PS, que afirma desconhecer a sua origem.
«O PS não tem nada a ver com isso», declarou a assessora de imprensa do partido, Catarina Faria, de acordo com a edição electrónica deste sábado do jornal Público.  - "Só Mesmo Sócrates - SMS" ?

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Cavaco Silva visita comunidade portuguesa em Andorra no início de Março

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, vai realizar uma visita à comunidade portuguesa residente em Andorra no início de Março, altura em que se assinala o quarto aniversário da sua tomada de posse.
Fonte da Presidência da República adiantou à Lusa que "a caminho de Andorra e porque recebeu um convite nesse sentido", o Chefe de Estado irá ainda participar na abertura do Fórum Ibérico da Catalunha, que irá decorrer em Barcelona.
O Fórum Ibérico da Catalunha foi criado através de uma parceria entre o Consulado-Geral de Portugal em Barcelona e a Câmara de Comércio daquela cidade espanhola.
Em anos anteriores, Cavaco Silva tem sempre feito uma visita a uma comunidade portuguesa no estrangeiro por ocasião do aniversário da sua tomada de posse como Presidente da República, a 09 de Março de 2006.
Este ano, o chefe de Estado escolheu assim a comunidade portuguesa de Andorra, depois de no ano passado ter assinalado o terceiro aniversário da tomada de posse em Osnabruck, na Alemanha.
Em 2008, o Presidente da República esteve junto da comunidade portuguesa no Brasil e em 2007 no Luxemburgo.

Paulo Rangel é candidato à liderança do PSD

Paulo Rangel: "Já não basta mudar, é preciso romper" 
"O PSD é o partido que pode libertar o futuro dos compromissos e condicionamentos que o PS cria e vai continuar a criar", disse Paulo Rangel, no discurso de apresentação da candidatura à liderança do PSD.
O eurodeputado disse que a sua candidatura não é "preparada" e por isso é "aberta" a todos os que dela queiram fazer parte. "Já não basta mudar, é preciso romper", assinalou Rangel, no discurso de apresentação. Mudar é, curiosamente, o mote da campanha de Pedro Passos Coelho, o primeiro a apresentar a candidatura oficial à corrida pela liderança do partido.
Rangel diz que o PSD "é um partido de ruptura" e candidata-se à liderança do partido, apesar de ter recusado a participação na corrida inúmeras vezes, devido ao "quadro das circunstâncias excepcionais em que vive o país". A situação, diz, agudizou-se em termos económicos e financeiros nos últimos três meses e, em especial, nas últimas semanas, sendo que também foi agravada a "crise social". Assim, pelas condições "excepcionalmente más" Paulo Rangel diz sentir "um apelo moral e um dever cívico e de responsabilidade nacional". "Candidato-me com um total sentido de serviço", sublinhou o candidato.
Paulo Rangel criticou a situação do país que considera "sequestrado, cativo", devido à crise económica e social vivida actualmente e disse que a ruptura anunciada tem de chegar à justiça. à educação e à área territorial, além de ser aplicada na economia e nas finanças do país.
Quase a terminar o discurso, Rangel sublinhou ainda que "todos são precisos. E todos não são suficientes", sendo que considera ter chegado a hora de criar "uma plataforma de vontades". 
Aguiar-Branco em silêncio sobre candidatura de Rangel
O líder parlamentar do PSD não comenta a candidatura de Paulo Rangel até à votação do Orçamento, marcada para sexta-feira, mas o Económico sabe que até ao final do mês Aguiar-Branco deve anunciar a sua própria candidatura.
"Até sexta feira não falo sobre a vida interna do PSD em relação a ninguém. Não falo sobre a vida interna do PSD até ao momento em que ficou combinado que assim fosse, que era até à votação do Orçamento do Estado", disse o líder parlamentar do PSD no Parlamento, citado pela Lusa.
Até agora, Pedro Passos Coelho era o único candidato assumido a líder do partido.
O novo "POVO LIVRE" em: http://www.psd.pt/archive/doc/pl10fev.pdf
PARA QUEM SABE ALEMÃO VISITE:
http://algarve-reisen-news.blogspot.com/

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Coordenadores da Pastoral de Língua Portuguesa encontram-se em Londres

Os coordenadores da Pastoral de Língua Portuguesa na Europa, vão reunir-se em Londres nos dias 8 a 10 de Fevereiro, num encontro anual.
O encontro tem por objectivo identificar “dificuldades, problemas, necessidades, projectos, perspectivas de futuro, no contexto actual da nova vaga de emigração portuguesa, assim como aquilo em que a OCPM e a Comissão Episcopal da Mobilidade Humana podem colaborar”, explica um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.
Em Londres vão estar presentes delegados da Alemanha, França, Suíça, Bélgica, Luxemburgo, Reino Unido e Holanda, assim como de alguns convidados.
Durante o encontro vai ser feita uma “pequena homenagem a Monsenhor Manuel Gonçalves Janeiro, como forma de reconhecimento da Igreja Portuguesa por uma vida totalmente dedicada às Comunidades Portuguesas da Alemanha”.

Colombiana vai posar nua se ganhar eleições

Advogada de 42 anos é candidata ao Congresso nas eleições de Março, tendo prometido lutar pelos direitos das mulheres.
Não tem dinheiro, experiência ou a estrutura de campanha dos políticos tradicionais. Por isso, Fernanda Valencia, de 42 anos, sabia que tinha de encontrar uma forma de chamar a atenção dos eleitores de Bogotá para a sua candidatura ao Congresso colombiano. Daí a promessa: caso vença, a advogada vai posar nua para uma revista.
"O nu é o meio para transmitir a mensagem e a mensagem é que vou lutar pelos direitos das mulheres", assegurou Valencia, casada há mais de 20 anos e com três filhos. Mas as suas reivindicações feministas - promete por exemplo lutar contra a violência doméstica - embatem nas críticas das associações feministas, que acham "degradante" a sua atitude. Afinal "se ganhar algum voto em Março é o dos homens machistas", afirmam.
O Presidente Álvaro Uribe mostrou-se tranquilo face à iniciativa da sua colega de partido (que foi vice-ministra do Turismo nos anos 1990): "Prefiro que posem nuas a que comprem votos."

PORTUGAL VOLTA À CENSURA DE SALAZAR

Dançarinos do Poder desonram o Socialismo democrático e ofendem a Democracia
António Justo
Na sequência de saneamentos ideológicos de jornalistas como Manuela Moura Guedes, José Eduardo Moniz, anterior Director do "Público", não submissos à ideologia socialista, o Governo quer arrumar também com Mário Crespo, antigo professor da Universidade Independente e jornalista. À maneira portuguesa, na sequência dum jantar do Primeiro-ministro com dois outros ministros e um membro directivo da TV em que se falou mal e desbocadamente do cronista Mário Crespo do JN, o director do JN, José Leite Pereira, comunicou-lhe telefonicamente que não publicaria a crónica habitual prevista.
A mal da Nação, o PM José Sócrates persegue jornalistas, que não se submetam à sua ideologia. O governo sabe que o que preocupa o estrangeiro, em relação a Portugal, é a sua situação económica portuguesa, a caminho da bancarrota, não estando, por isso, a opinião pública estrangeira, atenta ao que acontece a nível democrático e social interno. Além disso, o governo conta com uma oposição parlamentar que, por razões de Estado, colabora com ele a nível de orçamento e, por falta de consciência cultural portuguesa, não está atenta ao que acontece ideologicamente no país. Por tudo isto, o governo tem liberdade de malucos. Em tempos de crise, sob vários pretextos, o povo é que vai à fava e são-lhe impostas pílulas amargas e as liberdades individuais passam a ser de menor valia, como vai acontecendo por esta Europa fora: Putin, Berlusconi, Sócrates, etc.
Assim, torna-se quase natural que os nossos mercenários do poder, em jantares de amigos da onça, decidam, entre vinho e palavras depredatórias, impedir a voz incómoda de Mário Crespo. A nação cala, como sempre faz perante os líderes do oportuno. Segue-se a tradição: “em casa sem pão todos ralham e ninguém tem razão” e quem “parte e reparte se não fica com a melhor parte ou é tolo ou não tem arte”! A nossa elite é, duma maneira geral, uma elite encostada que não se consegue afirmar pelo trabalho nem pela competência, mas geralmente pela esperteza. Trabalhar “faz calos”, e que “trabalhe o preto”, porque para “os barões” é melhor sujar a consciência do que as mãos! Os “mouros de trabalho” já há muito que abandonam Portugal!
A CENSURA DE HOJE É MAIS GRAVE DO QUE A DE SALAZAR
Assim, duma maneira geral, particularmente na classe política portuguesa domina a mentalidade de mercenário. Esta mentalidade é ampliada por uma tecnocracia a construir-se na EU. Não admira que os nossos dançarinos do poder façam tudo por tudo para também meterem os seus mercenários nos Media, nas grandes empresas e na administração estatal. É uma questão de mentalidade quase genética! Estado e Povo são-lhe alheios! O Estado português, se antes era administrado pela apagada e vil tristeza, passou, a partir das invasões francesas, a viver nas mãos da vileza dos mercenários da ideologia. Por isso embora Portugal tenha uma cultura que não se envergonha ao lado das dos grandes países, não temos uma cultura portuguesa cuidada nem uma cultura fundada de esquerda ou de direita de raízes profundas e próprias. As nossas elites são mestras em importar e transportar sem transformar nem se deixar transformar. Vivemos da boca para a mão atraiçoando a originalidade portuguesa do início da portugalidade.
Pregam a tolerância para o povo e são intolerantes e invejosos nos seus motivos e nas relações com os outros quue querem subservientes às falácias do poder. Empertigados, só eles é que sabem, é que são “modernos” e se encontram em poder da verdade. Querem esconder a sua pequenez em projectos megalómanos, como o TGV, que mais tarde falariam deles! Quanto ao povo não importa o que come, o que importa são os arrotes dos grandes! A segurança vem-lhes dos quadros ocupados da administração e da retórica! Por isso são tão sensíveis a quem mostre o seu jogo, só aceitando jornalistas branqueadores da sua mentalidade, ou comprometidos do sistema, os tais “jornalistas competentes” que ao fazerem as perguntas aos seus interlocutores, em público, já as fazem com a tesoura na cabeça.
Esta atitude está em contradição com o apregoado espírito do 25 de Abril e com a tolerância democrática; a ignorância e os interesses não dão para entender isto.
Antigamente ainda poderia haver explicações que levassem a certas censuras: analfabetismo, a educação autoritária própria da época, defesa do sistema e razões de defesa da unidade do Estado. O biótopo social e histórico ainda era autoritário. Se hoje, apesar de todo o progresso, e de toda a educação democrática, o autoritarismo está tão presente e é tão agressivo, quer-se dizer que responsáveis de Estado de hoje se encontram menos desenvolvidos que Salazar que denominam de fascista. De facto o sistema democrático pressupõe a defesa sistemática de minorias, da pluralidade, e o espírito cívico cultivado. Como pode justificar o partido que se encontra no governo o uso de métodos antidemocráticos, métodos de sistemas fascistas?! Atitudes como as de Sócrates desonram o socialismo democrático! Uma contradição, uma incoerência disfarçada. Se os do antigo regime tinham a desculpa da mentalidade e do tempo, hoje os censuradores e manipuladores da opinião pública tornam-se mais fascistas do que aqueles que designam como tais! Quem persegue tão sistematicamente jornalistas como tem feito o governo de Sócrates não tem autoridade para defender a democracia, nem tão-pouco a partidocracia, nem sequer autoridade tem para criticar o regime do Estado Novo. Pelo que mostram, se estivessem no lugar dos governantes do Estado Novo, ainda seriam mais autoritários que eles. Ou será que querem fazer retroceder a roda da História?! Esta gente encontra-se na mó de cima a pretexto da liberdade, da igualdade e da solidariedade. A legalização do voto não os pode legitimar pelas barbaridades que fazem. Isto parece uma democracia caricata, em que um governo de minoria tem a ousadia de perseguir quem o critica. Antes tínhamos um povo pobre mas honrado; pelo que se vê, ganha-se a impressão de que estamos a caminho não só dum povo pobre mas também dum pobre povo!
Quem não segue a política de Sócrates e seus camaradas leva! Na Rússia matam os jornalistas não conformes, em Portugal, país de brandos costumes”, “cortam-lhes as pernas”! Só há respeito pelos da “seita”!
Numa sociedade doente, a má consciência e o mau governo socorrem-se do silenciamento. Necessitamos dum país não rico mas honrado. Precisamos de bons exemplos, de pessoas de estado e não de jacobinos! Um Estado que teima em viver do oportunismo, da hipocrisia e da inveja não sairá da cepa torta! Progresso é mais eu ideologia!
A tolerância dos portugueses deixa de os honrar, quando toleram a intolerância. É pena que um governo que tendo, muito embora, tomado algumas iniciativas corajosas, se rebaixe tanto e revele tanta aversão à liberdade de opinião e tanto desprezo pelos que não são da própria cor!
Nos momentos difíceis é que surgem os heróis. Levantem-se as pessoas honestas e honradas de todos os partidos e insurjam-se contra as arbitrariedades dalguns que além de desacreditarem um socialismo democrático se revelam antidemocráticos, nas suas atitudes dentro do Estado. Um Estado democrático tem direito a ter cidadãos e não só súbditos! Para isso precisa mais de cidadão eleitos e não tanto de indivíduos escolhidos! Dos Media portugueses não podemos esperar muito porque estão dependentes das esmolas e dos pareceres dos seus “superiores”!
Boa noite Portugal! Bom dia Doutor Crespo! Portugal precisa de muitos homens e mulheres assim, que se debatam por um Portugal digno e honrado em que a honra não continue açambarcada por alguns mas passe a ser democratizada! Importa ter compreensão pelos que trabalham para matar a fome do estômago e a quem não é permitida ainda a fome cultural e também por uma geração demasiado preocupada em defender os postos que tem e que para serem mantidos ou promovidos não têm outro meio que não seja a hipocrisia! Surjam porém mais cidadãos para que haja menos súbditos! Difícil em tempos de crise! E Portugal tem-se encontrado sempre em crise!... Ou será que Portugal é mesmo ingovernável por carência de governados e de governadores? Então só como até agora ou anarquia! - António da Cunha Duarte Justo